Our Recent Posts

Tags

Nenhum tag.

Deixaria o seu filho participar em aulas de ballet?

O seu filho pratica ballet? Não tem receio que ele… se torne forte e musculado, saiba dançar, seja feliz e viva rodeado de mulheres? Os rapazes também dançam!


Os homens são excelentes bailarinos e até têm mais facilidade em ingressar numa companhia de dança do que as mulheres. A dança, e o ballet em particular, são um desporto tão ou mais exigente que o futebol ou o Karaté. Aliás, muitos desportistas profissionais quer das áreas das danças de salão, do futebol, do surf ou outros, praticam regularmente aulas de ballet para aperfeiçoar o corpo e aumentar a flexibilidade. A prática regular do ballet ajuda a melhorar a performance nos vários desportos e ajuda a prevenir lesões.


A criança com aptidão para o ballet, tem geralmente um gosto estético e um sentido musical mais aperfeiçoado. Muitos pais tentam condicionar as escolhas dos seus filhos, pensando que estão a fazer o melhor para eles. Mas é sempre importante perceber as aptidões das crianças para melhor compreendê-las e ajudar a encontrar o seu caminho e o seu lugar no mundo. Muitos pais têm receio da forma como a sociedade lida com estes preconceitos. Felizmente, este e outros preconceitos veem a perder-se. Na Australia, por exemplo, a maioria das escolas de ballet tem mais alunos rapazes do que raparigas.


A técnica de dança clássica, ballet, é uma actividade muito masculina. Não é suposto o bailarino ter movimentos suaves e delicados como as mulheres e muito menos um aspecto frágil. Pelo contrário, um bailarino é treinado para representar a força e a virilidade. Eles fazem movimentos enérgicos, dão grandes saltos e seguram as bailarinas nos seus fortes braços.


Em Portugal o acesso à cultura é ainda limitado e nem todos têm a possibilidade de ver espectáculos com a frequência desejada. Se quer ajudar o seu filho, procure assistir a espectáculos, dê-lhe a oportunidade de experimentar diferentes actividades e deixe ser ele a escolher o hobie ou a profissão com que mais se identifica. Tudo o resto, a sociedade, os familiares, os colegas e amigos, terão tempo de se adaptar e ajustar. Mas não obrigue o seu filho a ser outra pessoa.


Marcelino Sambé cresceu aqui, na Tapada do Mocho em Paço de Arcos e teve a sorte de o deixarem seguir o seu sonho. Veja o vídeo e pense: o que teríamos todos perdido se os pais de Marcelino nunca o tivessem deixado dançar ballet?

#Ballet #Rapazes #Meninos #Marcelino #Bailarino

©2018 by EDRA. Proudly created with Wix.com